Por conta da detecção de variantes do coronavírus em nosso país, restrições adicionais têm sido impostas pelas autoridades alemãs desde Janeiro de 2021 quanto ao ingresso de passageiros provenientes do Brasil - e de outros países - na Alemanha.

Enquanto perdurarem tais restrições, a Lufthansa poderá transportar em seus voos partindo do Brasil somente passageiros que se encaixem nos seguintes perfis:
 

  • Passageiros com cidadania alemã e seus parentes imediatos (pais, filhos, cônjuge ou companheiro de união estável), contanto que viajem juntos;
  • Passageiros com residência permanente comprovada* na Alemanha ou
  • Passageiros de outras nacionalidades em trânsito na Alemanha com destino final fora da chamada "área Schengen"** e da China Continental; desde que os mesmos não saiam da área de trânsito do aeroporto.


Para mais detalhes e outros perfis da lista de exceções, pedimos que consulte o site do Consulado Alemão no Brasil.

INSTRUÇÕES PARA A REEMISSÃO DE BILHETES COM DATA DE EMBARQUE ATÉ 02JUN21
Passageiros programados para embarcar no Brasil a bordo do voo LH 507 até o dia 02JUN21 e que não estejam autorizados a fazê-lo por conta das restrições de ingresso na Alemanha devem ter seus bilhetes remarcados conforme abaixo. Caso as restrições continuem em vigor após esta data, entraremos em contato novamente com mais instruções.
 

  • Passageiros que viajariam para a Alemanha como destino final ou para países fora da área Schengen (exceto a China Continental) continuarão com seus voos confirmados no sistema - status "HK" - e deverão ter seus bilhetes remarcados seguindo a Política de Waiver do Lufthansa Group - TWP 2101 - Versão 02, que permite a remarcação / reemissão de bilhetes originalmente emitidos até/em 31 de julho de 2021 seja realizada até/em 31 de agosto de 2021 para uma nova data de viagem iniciando até/em 31 de julho de 2022.

 

  • Passageiros que fariam conexão na Alemanha com destino à China Continental terão seus voos automaticamente alterados para o status "UN" e devem ter seus bilhetes remarcados seguindo a Política de Remarcação Involuntária do Lufthansa Group, sem a necessidade de autorização prévia por parte do Lufthansa Group. Esta restrição quanto ao ingresso de passageiros na China Continental via Alemanha se aplica para viagens até/em 29JUN21. Lembramos que, nestes casos, a SWISS pode ser uma conveniente alternativa - clique aqui  para mais informações sobre esta operação.


%E2%80%A2 Passageiros que fariam conexão na Alemanha com destino a um país pertencente à área Schengen terão seus voos automaticamente alterados para o status "UN" e portanto devem ter seus bilhetes remarcados seguindo a Política de Remarcação Involuntária do Lufthansa Group, sem a necessidade de autorização prévia por parte do Lufthansa Group.

ATUALIZAÇÕES SOBRE DOCUMENTOS OBRIGATÁORIOS PARA O EMBARQUE
Há alguns meses, todos os passageiros a partir de 06 anos autorizados  a voar para/via Alemanha devem obrigatoriamente apresentar no momento do embarque um resultado negativo para teste da Covid-19 (PCR, TMA, RT-LAMP ou Antígeno). Além do teste, é necessário preencher antes o formulário digital DEA – Digital Electronic Form (www.einreiseanmeldung.de) antes do embarque*** e observar as regras de quarentena em vigor após sua chegada na Alemanha.

ATENÇÃO AOS NOVOS PRAZOS E IDIOMAS EM QUE O RESULTADO DEVE SER APRESENTADO:
PRAZOS: testes do tipo PCR, TMA ou RT-LAMP devem ser realizados com no máximo 72 horas de antecedência considerando-se o horário de coleta do exame e o horário estimado de pouso na Alemanha, em horário local. Caso o passageiro opte por testes do tipo Antígeno, os mesmos devem ser coletados com 24 horas de antecedência em países com variantes do coronavírus, considerando-se o horário de coleta do exame e o horário estimado de pouso na Alemanha, em horário local. É imprescindível que o resultado apresentado mencione o dia e o horário em que a coleta foi realizada.

Exemplo: se o passageiro embarcará no voo LH507 chegando em Frankfurt às 11:05 de uma quinta-feira, o teste PCR/TMA/LAMP deve ser feito após às 07:05 da segunda-feira anterior e o exame antígeno após às 07:05 da quarta-feira anterior.

IDIOMAS: os resultados deverão ser apresentados no check-in da empresa em inglês, alemão, francês, italiano ou espanhol em formato impresso ou digital.

Observação: a partir de agora, passageiros provenientes de países que não estejam enquadrados pelas autoridades alemãs como áreas de risco pela detecção de variantes do coronavírus poderão apresentar certificado de vacinação completa ou de recuperação do coronavírus em substituição ao resultado negativo do teste e como forma de isenção da quarentena obrigatória. Para mais informações, clique aqui. Esta opção, contudo, não se aplica a passageiros provenientes do Brasil por ser esta uma área com variantes do coronavírus.

Diante do dinamismo da situação, o Lufthansa Group recomenda veementemente que seus passageiros consultem constantemente as regulamentações de viagem mais atuais em seu destino antes de viajar. Para isso, compilamos as mais recentes instruções para viagens entre as mais diversas origens e destinos nas páginas Lufthansa Travel Regulations e SWISS Travel Regulations. Além disso, solicitamos que todos os passageiros se certifiquem de ter seus dados de contato inseridos em suas reservas a fim de serem notificados automaticamente acerca de qualquer eventual alteração na programação de seu voo.